Home   |   Fale Conosco   |   Área Restrita

GRUPO SINAGRO            SERVIÇOS            ONDE ESTAMOS            GESTÃO DE PESSOAS            RESPONSABILIDADE           PARCEIROS




Soja: Mercado trabalha em queda nesta 6ª feira dividindo atenção entre Trump e Argentina Print

Sexta, 20 Janeiro, 2017


Na sessão desta sexta-feira (20), o mercado internacional da soja voltou a recuar na Bolsa de Chicago. Por volta das 8h15 (horário de Brasília), os principais vencimentos recuavam de pouco mais de 8 pontos, com o março/17 cotado a US$ 10,62 e o maio/17, referência para a safra brasileira, valendo US$ 10,70 por bushel. 

Segue o movimento de realização de lucros na CBOT, após a semana agitada e de boas altas que o mercado passou nos últimos dias, e apesar das preocupações crescentes sobre a safra da Argentina, que vem perdendo cada vez mais seu potencial em função das chuvas em excesso. Além disso, a proximidade do final de semana também estimula esse movimento, com os traders frente a algumas incertezas e com as condições de tempo na Argentina trazendo muitas novas informações constantemente. 

Para a próxima semana, as previsões já começam a indicar melhores condições, com as chuvas dando uma trégua às áreas afetadas pelas cheias. No entanto, pesquisas recentes mostram que mais de 2 milhões de hectares já foram perdidos. "Com o tempo mais seco na próxima semana, teremos uma visão melhor das perdas", explica o analsita de mercado Joe Lardy, da Country Futures, ao Agrimoney.

Ainda nesta sexta-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz seu novo reporte semanal de vendas para exportação, o que também pode ajudar a definir melhor a direção das cotações neste pregão. Embora as últimas semanas tenham sido de dados mais fracos, no acumulado da temporada os números são elevados e já há quase 90% do total a ser exportado pelos EUA - 55,79 milhões de toneladas - já comprometidos. 

Ao mesmo tempo, porém, o dia pode ser de volatilidade, já que Donald Trump assume a presidência dos Estados Unidos hoje, chegando com algumas incertezase trazendo cautela aos mercados nesta sexta. 

"Além de todas as questões relacionadas ao sistema de saúde, relações diplomáticas, aos eleitores favoráveis e contrários, questões eleitorais e hacks, a maior preocupação dos investidores é com a política econômica. Os rasos sinais emitidos por Trump levam em conta protecionismo, tentativa de desvalorização do dólar, política fiscal expansionista e um provável embate com o Federal Reserve", diz o economista chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, em artigo publicado no site da Investing nesta sexta-feira.


Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas



Ver todas as notícias!





NOTÍCIAS POR ASSUNTO



PESQUISA






Home   |   Quem Somos   |   Serviços   |   Onde Estamos   |   Gestão de Pessoas   |   Responsabilidade   |   Parceiros   |   Contato


FAÇA-NOS UMA VISITA


SINAGRO - MATRIZ

Rua Rio de Janeiro, 2.583, Primavera IV

Primavera do Leste - MT, 78.850-000

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


 


  ©2018. Grupo Sinagro. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento e Hospedagem